BRASIL

25/12/2017 as 19:17

Empresas investigadas pela Lava Jato são contratadas sem licitação para fornecer comida a presídios do RJ

Decisão foi publicada no Diário Oficial; de 13 empresas que fornecerão alimentos à Seap, 10 são investigadas no RJ e em diferentes estados do país. Contratos somam R$ 192,2 milhões.

<?php echo $paginatitulo ?>

O Diário Oficial Estado do RJ publicou, em sua edição de 20 de dezembro, decisão do secretário estadual de Administração Penitenciária (Seap), Erir Ribeiro da Costa Filho, contratando 13 empresas para o fornecimento de refeições e lanches a presídios do Rio. Essa espécie de presente de Natal totalizou R$ 192,2 milhões e dispensou todos os agraciados de concorrerem a uma licitação. Das 13 empresas, dez são investigadas no estado ou em outros pontos do país por envolvimento com irregularidades no fornecimento de alimentação.

Duas delas são investigadas pela força-tarefa da Lava Jato no RJ: a Masgovi Indústria Comércio e Serviços e a Cor e Sabor Distribuidora de Alimentos Ltda.

O Ministério Público estadual informou que irá investigar por qual motivos as empresas foram beneficiadas sem que houvesse concorrência. Em nota, a Seap explicou que "só vai se pronunciar quando for notificada".




Tópicos Recentes