CIÊNCIA E TECNOLOGIA

16/01/2018 as 11:56

Mulheres culpam aplicativo 'contraceptivo' por gravidez indesejada

Plataforma informa quais são dias seguros para ter relações sexuais sem proteção, com base no ciclo menstrual

Foto: (© iStock / Halfpoint).<?php echo $paginatitulo ?>

Ao menos 37 mulheres estão culpando o aplicativo "contraceptivo" Natural Cycles por gravidez indesejada. A plataforma, usada por mais de 500 mil mulheres, serve para informar quais são os dias seguros para ter relações sexuais sem proteção. Os dados são baseados com informações do ciclo menstrual.

Um estudo do hospital de Estocolmo (Södersjukhuset), na Suécia, aponta que 37 mulheres que procuraram aborto, em um grupo de 668 mulheres, utilizavam o aplicativo. A Agência Sueca de Produtos Médicos iniciou uma investigação para apurar o caso.

A empresa, por sua vez, se defende, alegando que "nenhuma contracepção é 100% segura e a gravidez indesejada é um risco infeliz com qualquer contracepção".

"Ter 37 casos de gravidez indesejada em 668 mulheres mencionadas no estudo do Södersjukhuset mostra que 5,5% das mulheres que usam o Natural Cycles tiveram uma gravidez indesejada. Isso tem similaridade com o que comunicamos sobre os riscos de uso típico, sendo até comparável com outros tipos de contracepção".

É importante ressaltar que o Natural Cycles foi o primeiro aplicativo aprovado para uso anticoncepcional, com certificado alemão. Atualmente, a plataforma tenta a aprovação da FDA (sigla para o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos) para entrar no mercado norte-americano.




Tópicos Recentes