EDUCAÇÃO E CULTURA

18/01/2018 as 11:51

MEC homologa uso de nome social para transexuais e travestis nas escolas do país

Foi homologado nesta quarta-feira, 17, pelo ministro da Educação Mendonça Filho, o uso do nome social nas escolas básicas de todo o Brasil.

Foto: (Divulgação/André Nery/MEC)<?php echo $paginatitulo ?>

Com a mudança, que vale para todas as escolas de educação básica, os estudantes poderão solicitar que as escolas usem seus nomes sociais, e não os que constam no RG, em documentos de identificação, listas de presença e outros documentos oficiais escolares. Se o estudante tiver mais de 18 anos, ele ou ela poderá fazer o pedido diretamente. No caso de estudantes com menos de 18 anos, o pedido deve ser feito pelo pai, a mãe ou a pessoa responsável.

 

Mendonça Filho afirmou que a regulamentação do nome social para travestis e transexuais na educação básica "representa um princípio elementar do respeito as diferenças, do respeito à pessoa humana. A a mudança faz parte do combate do MEC ao preconceito e ao bullying, e afirmou que esse "é um passo relevante para o princípio do respeito às diferenças e o combate aos preconceitos".

 

O MEC afirma em nota que a resolução "busca propagar o respeito à identidade de gênero e minimizar estatísticas de violência e abandono da escola em função de bullying, assédio, constrangimento e preconceitos".

 

 

Redação Alô News.

 




Tópicos Recentes