EITXA PÉ

05/01/2018 as 11:42

Golpe no WhatsApp atinge mais de 600 mil pessoas

Conforme relata o jornal O Dia, o comunicado orienta os usuários a clicarem em um link onde supostamente poderiam encontrar a lista completa de beneficiados. Porém, eles serão direcionados a uma página que exige dados como nome, data de nascimento, estado etc.


Um golpe que circulou na web ao longo do ano passado e já atraiu mais de 600 mil cliques no Brasil está de volta. Segundo a empresa de segurança digital ESET, o saque do FGTS já havia sido utilizado como estratégia para atrair vítimas em 2017. A mensagem informa que aqueles que trabalharam com carteira assinada entre 1998 e 2016 podem receber até dois salários mínimos.

 

Conforme relata o jornal O Dia, o comunicado orienta os usuários a clicarem em um link onde supostamente poderiam encontrar a lista completa de beneficiados. Porém, eles serão direcionados a uma página que exige dados como nome, data de nascimento, estado etc.

As vítimas também são instruídas a compartilharem a mensagem com cinco amigos no Whatsapp. Falsos comentários também são publicados pelo golpistas, como supostos usuários no Facebook, para atribuir veracidade à ação.




Tópicos Recentes