ESPORTE

14/01/2018 as 12:17

Caso de violência sexual dificulta acerto de Robinho com o Santos

Dirigentes alvinegros entendem que é possível chegar a um consenso com o ex-camisa 7

Foto: (Reuters)<?php echo $paginatitulo ?>

Em novembro do ano passado, a nona sessão do Tribunal de Milão condenou Robinho a nove anos de prisão por “violência sexual em grupo”, popularmente chamado no Brasil de estupro coletivo, cometido contra uma jovem albanesa em janeiro de 2013. À época, o jogador defendia o Milan. Como a condenação ocorreu em primeira instância, Robinho já recorreu e ainda pode conseguir sua inocência.

Entretanto, a cada dia que passa o tema ganha mais atenção. E a repercussão é sempre muito negativo para a imagem de Robinho. Mulheres em geral e torcedoras declaradas de clubes brasileiros estão se manifestando contra a ideia da contratação do jogador. E no Santos não é diferente.

Robinho está sem clube porque não quis aceitar a proposta de renovação de contrato do Atlético-MG. O Galo pretendia quebrar o salário do atacante pela metade – de R$ 800 mil para R$ 400 mil. Os custo de manter o ídolo é fundamental preocupa a diretoria alvinegra, mas a questão tem sido tratado como fator secundário.

Dirigentes alvinegros entendem que é possível chegar a um consenso com o ex-camisa 7. O maior temor do Santos nesse momento é dimensionar que tipo de desgaste a imagem do clube poderia ter com a contratação de um atleta condenado por estupro, principalmente caso ele não consiga comprovar sua inocência com seus recursos judiciais. Dessa forma, o retorno de Robinho a Vila Belmiro parece cada vez mais distante.




Tópicos Recentes