POLÍTICA

19/12/2017 as 14:01

Mendonça condena o governo, mas ainda sonha com o apoio de JB em 2018!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Não há como negar que a decisão de Mendonça Prado de continuar filiado ao DEM e pré-candidato ao governo fortalece seu projeto político para 2018. Não que o PPS não seja um bom “partido” para ele, mas o tempo de televisão certamente pesou em sua decisão, sem contar, evidentemente, a grande chance de se reaproximar dos ex-sogros João Alves Filho (DEM) e da senadora Maria do Carmo Alves (DEM). Por mais que negue, o problema vivido, recentemente, pela ex-presidente do DEM, Ana Alves, também deve ter pesado em sua decisão de trabalhar pela reconstrução da legenda em Sergipe.

No PPS o discurso de Mendonça Prado era mais pacífico, equilibrado, destoando dos últimos anos, quando ele se permitiu ser “instrumento” para ajudar diretamente a eleição de Jackson Barreto (PMDB) ao governo do Estado em 2014, além de contribuir para a vitória de Edvaldo Nogueira (PCdoB) em Aracaju, no ano passado. Mendonça apenas pontuava que não fazia alianças com o líder do governo no Congresso Nacional, deputado André Moura (PSC), e nem com o senador Eduardo Amorim (PSDB), mas que estava aberto para qualquer outro tipo de composição, inclusive com o DEM e o PSB do senador Valadares.

Na avaliação deste colunista, Mendonça perdeu a grande oportunidade de assumir a herança política de João e Maria, quando rompeu com os dois “padrinhos políticos” por não simpatizar com uma aliança com o grupo dos irmãos Amorim. Hoje, diante dos acontecimentos recentes, sobretudo da Operação Caça Fantasmas, deflagrada pelo Ministério Público Estadual, ele vislumbrou a chance de corrigir um “equívoco de iniciativa” e está disposto a superar toda a “mágoa” que dizia sentir de João e Maria, sem evidentemente, perder o discurso contrário a André e Amorim.

As decisões de Mendonça Prado são de ordem pessoal, podem ser questionadas, mas devem sim ser respeitadas. Agora chama a atenção deste colunista seu comportamento “dúbio” em relação a Jackson Barreto. De olho em 2018, e talvez apostando na não projeção da pré-candidatura de Belivaldo Chagas (PMDB) ao governo, Mendonça se apresenta como um crítico contundente do governo do Estado, do ponto de vista administrativo, do excesso de cargos comissionados, atingindo em cheio a Belivaldo, mas adota uma postura mais “branda” quando se manifesta sobre JB.

Mendonça Prado fez muito para que o governador seguir a frente do Estado em 2014 e superou as desavenças que nutria por Edvaldo Nogueira graças JB. Até quando decidiu romper politicamente com o prefeito de Aracaju, teve o cuidado de comunicar oficialmente a Jackson. De olho no jogo político para 2018, Mendonça é sábio quando condena o governo, porque este é o sentimento da maioria dos sergipanos, na atualidade, mas é polido com JB, porque sabe que através dele pode reunir todo o agrupamento em torno de seu nome, mais adiante. Que o “galeguinho” abra do olho, porque a “Marinete” está passando...

 

Veja essa!

Durante entrevista coletiva nessa terça-feira (19), e ao falar para o programa do radialista George Magalhães, Mendonça Prado avaliou o governo de JB como “inerte” e foi taxativo em dizer: “Jackson tem o coração grande e mantém esse povo todo empregado prejudicando mais de 2 milhões de sergipanos”.

 

E essa!

Mendonça atinge em cheio a Casa Civil e Belivaldo Chagas, numa disputa “velada” pelo apoio de JB para 2018. “Quem quiser que fique com raiva, mas o governador tem que chamar os aliados e demitir esse povo! Tem que enxugar a máquina e reduzir secretárias. Quem quiser que ache ruim”.

 

Inércia

Mendonça Prado diz que o governo do Estado enfrenta uma série de problemas por conta da crise financeira, mas que também não reage, não dá demonstrações de que vai tentar resolver os problemas administrativos.

 

Tempo de TV

Mendonça Prado decidiu continuar no DEM e está de olho no apoio do PMDB, PSD, PDT, PRB e PT, que lhe daria um bom tempo de televisão em 2018. Resta saber se os partidos aliados do governo deixarão a “brecha” para ele entrar na chapa majoritária.

 

PPS I

Mendonça disse que tem o profundo respeito por todos que fazem o PPS, mas que não tinha como negar o convite que recebeu para presidir o DEM, para trabalhar pelo fortalecimento do partido onde possui identidade. “É uma honra e me sinto lisonjeado”, disse.

 

PPS II

“Gostaria muito que o PPS embarcasse na nossa estação (DEM), mas o partido tem toda a autonomia para decidir o que for melhor para si”, disse Mendonça, garantindo que a “marinete” foi uma jogada de marketing que será continuada.

 

Amorim

Em seguida, Mendonça não perdeu a oportunidade de partir para a ofensiva contra os irmãos Amorim. “Tudo onde estão esses Amorins não dá certo. Eu avisei a João Alves e ele não me escutou. Veja o que está acontecendo com (José Carlos) Machado? E ele insiste em ficar lá no PSDB! Representam uma desgraça para Sergipe”, atacou.

 

Não soma

Este discurso de ódio de Mendonça Prado contra os irmãos Amorim destoa completamente daquilo que a sociedade sergipana espera dos seus representantes. Mendonça traz a tona uma questão pessoal para usar isso politicamente.

 

Uma dica

Depois Mendonça Prado também não poderá questionar de seus adversários se ataques de ordem pessoal também forem proferidos contra ele e o DEM. Este não é o melhor caminho para a política de Sergipe.

 

Exclusiva!

A coluna foi informada que “servidores fantasmas”, investigados na gestão de João Alves pelo Ministério Público, já teriam sido identificados na gestão de Edvaldo Nogueira. As investigações estão sendo ampliadas e, em breve, o “barulho” deve ser ainda maior...

 

Exposição

O detalhe é que na investigação sobre a PMA, na gestão de João Alves, houve toda exposição midiática sobre o assunto, com repercussão nacional e até prisão por suposta obstrução à Justiça. A coluna vai aguardar a linha do MPE, agora, na gestão de Edvaldo...

 

Bomba!

Falando na PMA, o Ministério Público Estadual investiga em sigilo suposta irregularidade no processo simplificado para contratação de Cuidador Social da Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social, promovido pela SEPLOG, por meio do Edital nº 01/2017. Já existem duas denúncias tramitando no MPE...

 

Denúncia

A coluna apurou que uma das denúncias dá conta que “todos os inscritos no processo seletivo simplificado tiveram a nota zerada, por erro do sistema de inscrição que não forneceu o formulário de inscrição corretamente”. Em outro caso, o denunciante revela que, “de um total de 3.758 inscritos, mais da metade, 2.353 tiveram sua nota zerada, isso evidencia que houve um erro no sistema”.

 

RINOCERONTES

A 3ª Promotoria de Justiça de Lavras, Minas Gerais, está solicitando informações do Ministério Público de Sergipe sobre o funcionamento da empresa “RINOCERONTES Soluções Fiscais”, mediante certidão, e, se possível, relatório fotográfico, bem como, a realização de oitiva do representante legal da empresa.

 

Mundo animal

O MPE/MG quer informações sobre o ramo de atividade da empresa RINOCERONTES, há quanto tempo ela está em atividade, se já prestou serviços a entes públicos e se participa regularmente de licitações e de que quais licitações participou, além de saber se existe alguma relação com a empresa AGEPLAN, com o presidente Bergmann da Silva Santos e com o diretor Sérgio Kendi Moroto.

 

Software

O MPE questiona se a RINOCERONTES é uma empresa titular de software de gestão previdenciária de órgãos públicos, apto a identificar as incidências que existem nos pagamentos das folhas mensais e de todos os eventos que sofreram incidência fiscal indevida.

 

Belivaldo Chagas I

O vice-governador Belivaldo Chagas acompanha nessa terça-feira (19) o Cônsul-Geral dos Estados Unidos no Recife, John Barrett, em visita as obras de implantação da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe.

 

Belivaldo Chagas II

O diretor-técnico da Celse, Hélio José, apresenta o Projeto da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe. Em seguida, Belivaldo visitou o canteiro de obras do da Usina Termoelétrica Porto de Sergipe. “Um grandioso projeto que terá a capacidade de gerar 1,5 (GW) de energia elétrica”, destacou.

 

Audiência

O senador Eduardo Amorim também acompanhou prefeitos na audiência com o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn. Na pauta, a retenção de valores devidos aos Municípios nas parcelas do ICMS por parte do Governo de Sergipe. A problemática foi apresentada pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES).  

 

Fames

Para o presidente da Fames, Marcos Acauã, o valor retido este ano é em torno de R$ 60 milhões, mas existe a possibilidade desse valor chegar a R$ 100 milhões.  Acauã reafirma que a reunião no Banco Central teve como propósito  denunciar essa irregularidade, uma vez que a Constituição Federal estabelece que o Governo do Estado repasse mensalmente aos municípios 25% do que for arrecadado com o imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e prestações de serviços. 

 

Irregularidades

Segundo o senador Eduardo Amorim, as irregularidades vêm ocorrendo desde o ano de 2014 e os números dessa dívida não param de avançar. “O Relatório Resumido da Execução Orçamentária, divulgado no último dia 30 de novembro, somente em 2017, foi inferior em R$ 60 milhões. Os municípios já perderam um mês de repasse com a ilegalidade só neste ano”, explicou o senador. 

 

Banco Central

O presidente do BC, Ilan Goldfajn, afirmou na reunião que levará a problemática a sério. Segundo ele, o Banco Central regula os bancos e não o Governo do Estado. “O caminho é judicializar”, afirmou o presidente. Segundo ele, o BC pode verificar a questão da distribuição e, se não realizou, eles podem agir. “Tudo que for de responsabilidade do BC, nós podemos agir. Reafirmo que a judicialização nos ajuda bastante, pois quando a justiça aponta as falhas nós temos como entrar com celeridade”, disse. 

 

Gustinho Ribeiro

O deputado estadual Gustinho Ribeiro (PRP) vai aproveitar o recesso parlamentar na Alese para visitar as bases e ouvir as demandas da população no interior. “Tenho apresentado indicações solicitando melhorias nas rodovias e mais segurança para os municípios das regiões Sul e Centro-Sul de Sergipe”.

 

Falando nele

Gustinho Ribeiro prestigiou, nessa terça-feira (15), em Santa Luzia do Itanhy, a inauguração da nova sede da Colônia de Pescadores do município.

 

Artistas locais

Gustinho Ribeiro recebeu o reconhecimento da cantora Amorosa pelo projeto de lei, de sua autoria, sobre a destinação de 5% das programações das rádios sergipanas para os artistas locais.

 

TCE

O conselheiro Luiz Augusto Ribeiro, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), ficará à frente da Escola de Contas Conselheiro José Amado Nascimento (Ecojan) no biênio 2018/19, conforme anunciou o presidente eleito do Tribunal, conselheiro Ulices Andrade, no Pleno.

 

Luiz Augusto Ribeiro

Dessa forma, o conselheiro será o responsável pela instituição de ensino vinculada à Corte de Contas, cujo objetivo maior é oferecer cursos de gestão pública, treinamentos e capacitar integrantes da Casa e jurisdicionados.

 

Amorim

O senador Eduardo Amorim (PSDB) esteve reunido com a diretoria do Sindicato dos Radialistas de Sergipe para tratar do PLC 153/17, que acrescenta dispositivos à Lei 6.615, de 1978, para dispor sobre a identidade profissional de Radialista. O projeto, de autoria do deputado federal André Moura (PSC), já foi aprovado na Câmara dos Deputados e, atualmente, está na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal, sob a relatoria do senador Jorge Viana.

 

Apoio

O parlamentar disse que vai trabalhar em Brasília para que essa matéria, que tem o seu total apoio, seja aprovada no menor espaço de tempo possível após o recesso parlamentar. “É o mínimo que o Congresso Nacional pode fazer por essa importante categoria, que é a dos radialistas brasileiros. Aprovar, dar uma identidade profissional e reconhecer o valor de todos esses profissionais. Pode ter certeza que no Senado vou defender com muito afinco e determinação esse projeto. Espero que seja aprovado o quanto antes”, afirmou o senador Eduardo.

 

Emília Corrêa I

A vereadora, Emília Corrêa (PEN) comemora a aprovação da Lei N° 4.956/2017, que dispõe sobre a obrigatoriedade de transparência e publicidade do cadastro de munícipes inscritos ou beneficiados em programas habitacionais promovidos no município de Aracaju.

 

Emília Corrêa II

De acordo com a autora do projeto, a Lei N° 4.956 obrigada o Poder Executivo a divulgar, na rede mundial de computadores, a relação nominal de todos os munícipes cadastrados, sejam eles contemplados, ou não, nos programas habitacionais.

Laranjeiras I

O Prêmio Parceiros dos ODS/Objetivos do Desenvolvimento Sustentável foi concedido em noite de muito glamour no Palácio Itamaraty, no Rio de Janeiro (RJ). Na oportunidade, o Prefeito Paulão das Varzinhas foi representado pela Secretária Sandra Sena, que também foi premiada na solenidade.

 

Laranjeiras II

O evento teve o objetivo de homenagear Instituições, Órgãos Governamentais e Pessoas que trabalham para um mundo melhor.  O Secretário Nacional da Presidência da República, Henrique Villa Costa Ferreira, falou da importância de reconhecer trabalhos em Comunidades Tradicionais. "Esse prêmio para Laranjeiras é reflexo do compromisso do Prefeito Paulão com a população Laranjeirense", destaca Sandra Sena.

 

Dia D contra a Raiva

A Prefeitura de Laranjeiras realizou, através da Secretaria Municipal de Saúde, várias atividades programadas para o “Dia D” da vacinação antirrábica para cães e gatos. A secretária Cristina Hagenbeck convocou todas as equipes de trabalho que ficaram espalhadas em vários postos de vacinação. A atividade foi coordenada pelo veterinário Pablo Gabriel Freitas e pela Coordenadora de Vigilância epidemiológica  Daianny Karla, que trouxeram 15 alunos do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Pio Décimo.

 

Cristina Hagenbeck

“Esta situação nos preocupa, pois demonstra a circulação viral no ciclo silvestre. Sendo assim, chamamos a atenção para a vacinação, principalmente dos felinos domésticos, pois esses animais são excelentes predadores. Por isso vacinar é uma medida de extrema importância para a proteção da saúde animal e, sobretudo da saúde humana”, destaca Cristina Hagenbeck.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com




Tópicos Recentes