SAÚDE

05/01/2018 as 00:54

Possíveis efeitos secundários de uma alimentação saudável

A tendência para querer compensar o esforço (que também impulsiona o ganho de peso) e os gases são outras consequências comuns desta nova alimentação. No caso dos ditos ‘puns’, em causa, mais uma vez, está o maior consumo de fibra e de legumes, sendo que é sabido que a couve-flor e os brócolis, por exemplo, são propensos a aumentar os gases.

<?php echo $paginatitulo ?>

As mudanças alimentares devem acontecer sempre de forma gradual. Mesmo que se trate de uma resolução de ano novo ou de um alerta médico, passar para um novo plano alimentar requer sempre algum tipo de cuidado de adaptação, uma vez que existem sempre efeitos secundários.

 

Sim, quando se adota um estilo de vida mais saudável e cuja alimentação é amiga da boa saúde, é normal que nos primeiros tempos o corpo dê alguns ‘sinais de vida’ e um dos mais comuns é a prisão de ventre. Tal como explica a médica Michelle Babb, é preciso dar tempo ao tempo e, claro, tempo ao corpo para se ambientar ao aumento do consumo de fibra, especialmente se não for aliada a ingestão regular de água (que é fundamental para a boa digestão da fibra e para o seu efeito diurético e laxante).

Apesar da alimentação variada e equilibrada ser – quase sempre – sinônimo de controle de peso, o ganho de uns quilos a mais pode ser uma realidade para quem muda de plano alimentar, mesmo que essa mudança seja para melhor. Em causa, explica a revista "Women’s Health", está a inclusão de gorduras saudáveis e pela tendência para comer alimentos rotulados como light ou isentos de glúten, que são, muitas vezes, industrializados e nada benéficos para a saúde.

A tendência para querer compensar o esforço (que também impulsiona o ganho de peso) e os gases são outras consequências comuns desta nova alimentação. No caso dos ditos ‘puns’, em causa, mais uma vez, está o maior consumo de fibra e de legumes, sendo que é sabido que a couve-flor e os brócolis, por exemplo, são propensos a aumentar os gases.

Para quem muda de alimentação do dia para a noite (literalmente ou não), existe ainda o risco de sentir muito cansaço e algum desgosto, pois o corpo não teve tempo para se habituar e para deixar de sentir falta dos alimentos processados que tanto viciam.

 

Notícias ao minuto




Tópicos Recentes