SERGIPE

12/01/2018 as 17:26

Denúncia: Funcionários da Associação Luz do sol não estão recebendo salário

"Nossos direitos trabalhistas não estão sendo respeitados por parte da ONG"

Foto: (Blog do Finfa)<?php echo $paginatitulo ?>

Recebemos uma denúncia de um internauta que entrou em contato com nossa equipe de jornalismo, para falar de atrasos de salário e abusos da ONG Luz do Sol confira na íntegra o relato do denunciante:

 

"Em setembro de 2016 foi assinado um contrato com a ONG Luz do Sol, com 38 funcionários, durante esses meses que trabalhamos recebemos os nossos salários em dia. E a partir de Junho de 2017 começou a surgir algumas irregularidades nas contas da ONG, e aí começaram os atrasos de salários dos funcionários.

Passamos dois meses sem receber salário, mas, mesmo assim, pelo compromisso que nós temos com os usuários de saúde mental, em momento nenhum cruzamos os braços e deixamos de atender a quase 1.200 usuários, uma média de 80 a 120 pacientes por dia.” Esses usuários vêm de Sofrimentos psíquicos durante anos, foram trancados nas clínicas e hospitais psiquiátricos... Eles não merecem passar por este sofrimento neste momento.

 

Por este compromisso nós funcionários não arredamos o pé deles durante esse tempo que passamos sem receber os nossos salários. O salário de novembro e o décimo terceiro não foi pago até hoje. Todos os funcionários receberam os avisos-prévios com vencimento até 30 de dezembro. Para surpresa nossa, alguns colegas começaram a receber ligações por parte da ONG para mudar a data do aviso-prévio, alguns aceitaram e outros não, mas até a data de hoje a ONG não se manifestou sobre o nosso pagamento.

 

A secretaria de saúde tem se empenhado para que as parcelas referentes ao contrato que tem com a ONG sejam pagas mas nem sempre as contas são aprovadas.

 

A coordenação da ONG nos últimos dias em que ainda estavam com contrato, retiraram alguns bens, esses comprados com dinheiro público, alimentação, material de oficinas e até os prontuários dos usuários, e que sobre pressão foram devolvidos; mas nós enquanto servidores continuamos na ativa porque fomos contratados pela Nova ONG que já assumiu o CAPES.

 

Diante do exposto mostramos que os nossos direitos trabalhistas não estão sendo respeitados por parte da ONG, já que a coordenadora afirmou em reunião, que viajaria para Londres e logo depois do seu retorno é que poderia resolver as nossas questões.ou que contadora que ela deixou no lugar para resolver (contadora que até o momento não resolveu nada)."

 

Não conseguimos contato com a ONG citada.

 




Tópicos Recentes